Brasil

Governo divulga rótulo do arroz importado; pacote de 5 kg será vendido por R$ 20

O governo federal, por meio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), anunciou a imagem do rótulo para as embalagens do arroz importado. A decisão foi divulgada nesta terça-feira (4), com o leilão de compra marcado para esta quinta-feira (6). O arroz será vendido em pacotes de 5 kg por R$ 20, ou R$ 4 por quilo.Serão importadas 300 mil toneladas de arroz em três etapas:

Primeira etapa – 100 mil toneladas, entre 10 de junho e 8 de setembro.
Segunda etapa – 100 mil toneladas, entre 9 de setembro e 9 de outubro.
Terceira etapa – 100 mil toneladas, entre 10 de outubro e 8 de novembro.

Os pacotes com o rótulo ‘Produto Adquirido pelo Governo Federal’ serão distribuídos para mercados de bairro, supermercados, hipermercados, atacarejos e estabelecimentos comerciais nas regiões metropolitanas.

Os Estados contemplados são Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rondônia, Roraima, Santa Catarina e Tocantins.

Reações e críticas

Associações de produtores rurais criticaram a medida, alegando que ela desestimula a produção nacional e caracteriza uma intervenção governamental. A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para suspender o leilão, argumentando que a importação pode desestruturar a cadeia produtiva e prejudicar os produtores locais.

Contexto e justificativas

A decisão de importar arroz foi tomada após as enchentes no Rio Grande do Sul, principal produtor do grão no Brasil, que prejudicaram o transporte e elevaram os preços. O governo afirma que a importação visa a evitar a alta dos preços ao consumidor. No entanto, líderes locais, como o deputado Luciano Silveira (MDB), afirmam que os problemas logísticos já foram resolvidos e que a produção local é suficiente para abastecer o mercado interno.

Impacto nos preços

O preço do arroz no mercado tem oscilado, atingindo sua maior cotação em 22 de maio, quando a saca chegou a R$ 122. Desde então, o preço recuou para R$ 118 até terça-feira (4). (Com informações do g1 Agro)

Deixe uma resposta