Brasil

Tentando sair da crise, Americanas reforça estoques para vendas de Páscoa

Articulando para tentar sair da crise gerada pelo escândalo de fraude contábil, a Americanas reforçou o estoque de Páscoa. Além de 11 milhões de ovos, comprou meio milhão de coelhos de pelúcia da China. As vendas já são 134% maiores do que em 2023. A informação é da coluna Radar, da revista Veja.

De acordo com a publicação, o montante importado é 30% maior em comparação ao mesmo período de 2023, em função da performance positiva do item, além do avanço nas negociações internacionais.

Para 2024, as principais datas do calendário de importações estão fechadas e, em breve, a companhia começará a receber produtos referentes ao Dia das Mães e Dia dos Namorados, já embarcados e a caminho do Brasil.

Deixe uma resposta